A importância da Fisioterapia Pediátrica em bebês prematuros

Bebê prematuro (pré-termo) é aquele que nasce antes das 37 semanas de gestação. Nesse tipo de caso, é necessário um acompanhamento multidisciplinar.

O objetivo é prevenir possíveis atrasos no desenvolvimento.

Ao citarmos desenvolvimento estão subentendidos:

  • Socialização
  • Cognição
  • Linguagem
  • Autocuidado
  • Desenvolvimento motor

Qual é o indicado?

Fisioterapia nos bebês prematuros antes, durante a após a alta hospitalar.

Exemplo de atuação

Segundo a pesquisa “Atividade eletromiográfica dos extensores de tronco durante manuseio pelo Método Neuroevolutivo Bobath”:

“O Conceito Neuroevolutivo Bobath é um método utilizado na reabilitação neuropediátrica, fundamentando-se na facilitação da aquisição de habilidades sensório-motoras de acordo com a sequência de desenvolvimento neuropsicomotor normal.”

Um dos casos de aplicação é em crianças com paralisia cerebral. “O Conceito Bobath caracteriza-se por uma maneira particular de observar, analisar e interpretar o desempenho motor em uma dada tarefa, sempre respeitando a sequência necessária de aquisição de habilidades dentro do desenvolvimento neuropsicomotor normal. Embora sua aplicação clínica esteja fundamentada em um raciocínio individualizado a cada caso em vez da aplicação de técnicas padronizadas, seus preceitos podem ser agrupados em estratégias de inibição, estimulação e facilitação.”

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia

Jornalista (DRT 326)

Fisioterapia como tratamento para doença de Parkinson

A consulta inicial nos casos de Parkinson é fundamental. É importante explicar bem tanto para o paciente quanto familiares. É importante saber quem é o médico que está acompanhando, quais cirurgias o paciente já fez e como ele era antes da doença.

Nem todo paciente de Parkinson treme. Cerca de 60% têm dores no corpo e não consegue caminhar. Muitos têm ansiedade, depressão e intestino preso. O tratamento deve ser de 2 a 3 vezes na semana para começar a ter resultados.

Um dos tratamentos é por meio de videogames. Você sabia? O uso inclusive do Nintendo Wii para fazer alguns estímulos. O profissional de Fisioterapia pode mensurar a evolução através de gráficos. Evento da Uninassau Parangaba. Essas e outras informações foram passadas pelo Dr. Guilherme, em evento on-line do curso de Fisioterapia, da Uninassau Parangaba.

Outro alerta é que nem sempre a família sabe tudo sobre o paciente que tem Parkinson. Em alguns casos, é o cuidador que sabe mais. Em alguns casos, é somente um filho que cuida e os outros não convivem com o pai/mãe que tem Parkinson. A família é parte importante do tratamento de Fisioterapia.

Você não conseguir dar um passo é algo muito limitante. Um dos tratamentos de Parkinson com Fisioterapia é também via óculos de Realidade Virtual. Não é para todos os pacientes.

Ana Célia Costa

Jornalista (DRT 326)

Acadêmica de Fisioterapia e de Estética

Qual o músculo se usa para beijar e para piscar para o crush

Saiba que temos o músculo orbicular da boca. “Or” vem da palavra oral. Ninguém pode beijar ou fazer outras coisas sem ele.

Também temos o músculo orbicular do olho. Ele rodeia o olho. Esse músculo deixa você piscar para o crush ou fechar os olhos para os problemas. Ele é o responsável pelas pequenas rugas. Que rugas? O famoso “pé de galinha”.

E aí? Como anda o seu músculo orbicular?

Ana Célia Costa

Acadêmica da faculdade de Fisioterapia