Pesquisa aponta a existência de vírus em amígdalas de pacientes totalmente assintomáticos e a permanência por tempo indeterminado

A análise de tecido de 48 crianças, que fizeram cirurgia para retirar amígdalas no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, mostrou a presença de diversos tipos de vírus. A maioria desses pacientes tinha histórico de rinite ou asma. Entretanto, todos eram totalmente assintomáticos para as patologias desencadeadas pelos vírus detectados.

Na pesquisa, houve o registro de 25% de casos de Covid 19 em crianças. Nenhuma era vacinada. Todas assintomáticas. O vírus permanece nas amídalas por tempo indeterminado.

Essa pesquisa é intitulada de: “SARS COV-2 Lymphoid Infection: Productive infection in PBMC and silent infection in human tonsils”. Foi apresentada pelo pós-doutorando  no Centro de Pesquisa em Virologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Ronaldo Martins. 

O 7th International Symposium on Immunology and Hematology é um evento que transcende para várias áreas além da Saúde, haja vista que depois do início da pandemia de Covid 19 foi possível ver a importância das pesquisas para a população. Sua realização é na capital do Amazonas, Manaus, até o dia 2 de dezembro de 2022. A organização é uma parceria entre a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia

Jornalista (DRT 326)

Público interessado em Saúde e Beleza

Dos acessos ao Portal Presttention, 40,32% são do Distrito Federal; 10,28% do Amazonas; 9,49% são do Pará; 5,93% do Ceará, 5,14% de São Paulo; 5,14% do Rio de Janeiro, etc. As informações são segundo dados extraídos do Google Analytics.

No Instagram e na plataforma do E-commerce os principais são São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina e Minas Gerais. Curioso, né?

A divisão é assim:

No Portal Presttention são publicadas as matérias sobre Saúde e Beauty.

No Instagram @Presttention são dicas com linguagem mais simples.

O E-commerce, obviamente, é somente a vitrine. Somente produtos de beleza veganos.

O propósito é, sobretudo, levar informação confiável. É usar o Jornalismo para potencializar informações úteis sobre a Saúde para o público interessado.

Presttention!

O Presttention é uma empresa composta por um Portal de notícias sobre Saúde e Beleza. Também possui um e-commerce de beleza. A criadora é a Jornalista Ana Célia Costa (DRT 326), que também é acadêmica de Fisioterapia e de Estética.

Campanha Empowerment

Saúde capilar é para todo tipo de curvatura: lisos, ondulados, cacheados e crespos.

Para que isso seja possível é preciso cuidar dos fios com ativos que favoreçam a hidratação. Quais ativos?

  • Óleo de linhaça dourada – rico em ômega 3. Proporciona condicionamento e brilho acetinado.

  • Extrato de avelã – possui ação emoliente. Sua ação é exatamente no interior da fibra capilar.

  • Óleo de abacate – sua ação é nos fios danificados com ação emoliente e nutritiva.

  • Manteiga de murumuru – promove ação hidratante e restauradora dos fios.

Pra levar todos estes benefícios é só fazer seu pedido no E-commerce Presttention.

Presttention!

O Presttention é uma empresa composta por um Portal de notícias sobre Saúde e Beleza. Também possui um e-commerce de beleza. A criadora é a Jornalista Ana Célia Costa (DRT 326), que também é acadêmica de Fisioterapia e de Estética.

Avaliação funcional do atleta

Atletas podem fazer Fisioterapia em outros momentos que não sejam apenas motivados pela dor. Algumas dores inclusive podem aparecer, mas sem uma lesão específica. Após as avaliações é que se pode descobrir, por exemplo, que dores no joelho podem vir de um problema emocional.

A prevenção das lesões começa pela qualidade do sono e pela alimentação. Não adianta passar pelo processo de fortalecimento, se não o atleta não consegue ter uma boa noite de sono.

Na Fisioterapia Esportiva há:

  • Atendimento emergencial;
  • Prevenção;
  • Retorno ao esporte;
  • Reabilitação.

Na sequência de prevenção há:

  • Problema – entendimento acerca da frequência que a lesão acontece.
  • Etiologia – entendimento acerca do mecanismo da lesão.
  • Prevenção – processo avaliativo.
  • Efetividade – monitoramento dos resultados.

Segundo a International Federation of Sports Physical Therapy, estas são as competências em Fisioterapia Esportiva:

  • Prevenção de lesões;
  • Intervenção aguda;
  • Reabilitação;
  • Melhoria de desempenho;
  • Promoção de um estilo de vida seguro e ativo;
  • Aprendizagem ao longo da vida;
  • Profissionalismo e gestão
  • Envolvimento da pesquisa
  • Disseminação das melhores práticas;
  • Ampliando a prática através da inovação;
  • Promoção do Fair Play e da Prática Anti-Doping.

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia

Jornalista (DRT 326)

Nutrição: Alimentos da beleza

A reeducação alimentar traz benefícios para a pele e cabelos. É a hidratação que os alimentos vão proporcionar no organismo.

“Os cosméticos servem para nos auxiliar, mas se a nossa alimentação for rica em frutas, legumes, tubérculos, isso vai refletir na nossa pele”, afirmou a nutricionista Dra Leuci Souza, na recente live no Instagram do Presttention.

Alimentação para hidratação da pele:

  • Beba água frequentemente;
  • Frutas vermelhas e roxas (uvas, morangos, mirtilos e acerolas, por exemplo)
  • Abacate (que tem gordura saudável)
  • Castanhas;

As Gomas de Vitamina Quartzo Shine Boca Rosa Hair têm em sua composição um combo de vitaminas A, E, B5, B6, B3, selênio e zinco. Questionada acerca dessas propriedades na alimentação, a Dra Leuci Souza informou: “A castanha tem mais selênio em sua composição, por exemplo. Se você come um pouquinho de cada coisa no final você vai ter um bom resultado. Tá tudo bem se não conseguir absorver tudo através da alimentação. Eu, por exemplo, também suplemento vitamina para cabelo, pele e unha. É o equilíbrio da alimentação que fará a pele mudar e não uma fruta específica. Come tudo bem colorido que vai dar tudo certo! “

Veja o vídeo completo:

Presttention!

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia e de Estética

Jornalista (DRT 326)

Efeitos da dança em pacientes com Parkinson

Doze semanas de dança foram suficientes para o não agravamento dos casos de ansiedade e depressão em pacientes com Parkinson. A pesquisa é da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Neste caso, os pacientes avaliados eram idosos entre 69 e 78 anos. Eles participaram de um protocolo de dança durante essas 12 semanas (no período de confinamento da pandemia de Covid 19). A conclusão do estudo é que só desses pacientes não apresentarem agravamento das suas patologias, já mostra que a prática foi importante, haja visto que esse agravamento geralmente é esperado em pessoas que têm Parkinson.

A pesquisa “Dançando com o Parkinson: efeitos de um protocolo de treinamento on-line sobre a ansiedade e sintomas depressivos” da UFPA foi apresentada, recentemente, no Congresso Internacional de Ciências do Movimento Humano.

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia e de Estética

Jornalista (DRT 326)

Pilates e Ginástica (on-line ou presenciais) são importantes no tratamento de idosos com depressão

A prática do Pilates e da Ginástica (tanto no modo on-line quanto presencial) é efetiva no tratamento de idosos com depressão. Essa foi a conclusão da pesquisa “Sintomas de depressão em idosos praticantes de pilates e de ginástica online durante a pandemia da covid-19”. O estudo é da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e foi apresentado, recentemente, no Congresso Internacional de Ciências do Movimento Humano.

O objetivo do estudo foi verificar os níveis de depressão em idosos que praticavam Pilates e Ginástica on-line durante o período de confinamento da pandemia.

Período de análise: 3 meses.

Idosos participantes:

Pilates on-line: 72

Ginástica on-line: 63

Do grupo que praticava Pilates, 11% teve Covid.

Do grupo que praticava Ginástica, 9% teve Covid.

A maioria dos idosos avaliados já praticavam alguma atividade física antes da pandemia.

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia e de Estética

Jornalista (DRT 326)

Novidades com desconto no E-commerce Presttention

Metade do ano já foi. E o que fez por você? Como se cuidou?

A nova Campanha do E-commerce Presttention traz produtos selecionados por até 50% de desconto.

Fazem parte da promoção:

  • Produtos da linha Juba da Widi Care
  • Produtos máscaras pigmentantes da Kamaleão Color

Exemplo de ativos

A manteiga de murumuru orgânica, o óleo de linhaça dourada e o extrato de avelã são alguns dos ativos que fazem do “Creme para Pentear Ondulando a Juba” ser um dos destaques do E-commerce Presttention.

O extrato de avelã, por exemplo, possui ação emoliente. Seu principal foco de atuação é no interior da fibra capilar.

Faça seu pedido aqui no E-commerce Presttention.

Presttention!

O Presttention é uma empresa composta por um Portal de notícias sobre Saúde e Beleza. Também possui um e-commerce de beleza. A criadora é a Jornalista Ana Célia Costa (DRT 326), que também é acadêmica de Fisioterapia e Estética.

Gestantes e puérperas surdas

Puerpério pode durar até 2 anos. São mudanças físicas e emocionais. O puerpério não é diferente na mulher surda. Pode sentir ansiedade, medo, insegurança, oscilações de humor, insônia e luto.

Neste caso, o luto nem sempre significa a morte de alguém. O “luto” também pode ser referente ao período de mudanças. “Luto” por não ter a mesma vida social de antes e a rotina diária também.

Dados:

20% das mulheres têm depressão pós-parto.

Pode começar na primeira semana e durar até 2 anos.

A depressão pós-parto uma tristeza profunda, falta de interesse inclusive no bebê, tem pensamentos negativos (até mesmo de morte) e insônia.

Além disso, pode ter tristeza materna (baby blues) e psicose puerperal.

80% das mulheres têm tristeza materna.

Dura de 15 a 30 dias após o parto.

No caso de baby blues, uma fragilidade com choro por qualquer motivo. Algumas podem ficar mais agressivas.

0,2% das mulheres têm psicose puerperal

A psicose puerperal é a perda do senso da realidade, delírios e alucinações. Algumas já têm algum antigo diagnóstico psiquiátrico.

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia e Estética

Jornalista (DRT 326)

Pilates para mulheres surdas

Como o Pilates pode contribuir com a saúde da mulher surda?

Concentração, controle, precisão, fluidez, centralização e respiração. Estes são os princípios do Método Pilates. Seus benefícios vão desde melhoria na qualidade do sono à melhoria na vida sexual. 

Agora, ao especificarmos o público, podemos pensar nos benefícios do Pilates para a mulher surda: 

  • Promove o condicionamento físico;
  • Melhora a consciência corporal e o equilíbrio; 
  • Alinhamento postural;
  • Melhora a flexibilidade e o alongamento; 
  • Melhora a vida sexual.

Segundo o estudo “O equilíbrio dos indivíduos portadores de deficiência auditiva” do curso de Fisioterapia, da Universidade de Passo Fundo (Rio Grande do Sul), 95% dos indivíduos surdos apresentaram falhas nos testes de equilíbrio estático. Ao associarmos este estudo com o que foi apresentado aqui é possível entender como o equilíbrio é um dos benefícios da prática do Pilates para a comunidade surda.  

“O estudo foi composto por 40 indivíduos de ambos os sexos, com idades entre 7 e 15 anos, sendo que 20 indivíduos são portadores de deficiência auditiva e 20 indivíduos não portadores de deficiência auditiva, todos provenientes da Escola Estadual da cidade de Passo Fundo.”

“As pessoas surdas possuem dificuldades. Está muito atrelado às estratégias que são necessárias para fazer o Pilates. Vamos trabalhando a questão do uso das mãos. No caso da respiração estou usando meu corpo para executar o sinal de expirar e respirar. O entendimento é de suma importância para que ela possa me copiar e que eu seja uma referência para ela (paciente)”, explicou a fisioterapeuta Dra Jorlúzia Alves durante palestra no segundo dia do Seminário Saúde da Mulher Surda, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). 

Questionada sobre a existência de alguma capacitação específica para profissionais da Fisioterapia no aprendizado dos sinais específico de Libras para o Método Pilates, Jorlúzia Alves informou: “Infelizmente não temos esses sinais próprios. Essas pesquisas precisam estar acontecendo.  Isso é algo histórico porque agora que as coisas estão acontecendo. São poucos profissionais e até agora eu sou a única que trabalha com a Fisioterapia e a surdez. Eu não conheço um curso específico dos sinais para o Pilates. É necessária essa disseminação, essa pesquisa de sinais. Mas é algo que nessa trajetória pode ser mudada”.

Ana Célia Costa

Acadêmica de Fisioterapia e Estética

Jornalista (DRT 326)