Empoderamento dos cachos

Empoderamento dos cachos

O processo de transição capilar começa como um desafio. Não é fácil (re)conhecer os próprios cabelos e a própria identidade. Assim foi a live da última quinta-feira no Instagram do Presttention.

A convidada foi a jornalista Sandra Cecília Peradalles, de Anápolis (Goiás). “Comecei a alisar os cabelos na adolescência. Eu comecei a ouvir elogios. As pessoas mudam quando alguém aparece de cabelos lisos”, contou.

A história da Sandra com a transição capilar começou muito antes dos atuais tempos em que o tema já é debatido popularmente. “Quando fui fazer o big chop, a minha cabeleireira disse ‘Você é doida, menina’. Hoje já há profissionais que sabem o que falar nessas horas”.

Outro fato destacado é que as pessoas ainda se surpreendem quando olham alguém de cabelos crespos soltos. Sandra já ouviu perguntas se ela era artista ou influencer. O motivo? “É como se alguém comum não pudesse estar com os cabelos crespos e se sentir bem. Precisaria ser alguém famoso”, explicou

“Na minha época só lembro das seguintes referência: Sheron Menezes e Taís Araújo”, destacou. Hoje as pessoas que querem fazer a transição capilar podem ver vários exemplos na tela da TV, nas redes sociais e no seu ciclo social.

Após o processo de transição, Sandra já teve cabelos platinados, coloridos e já raspou. É livre e empoderada!

A live com a jornalista Sandra Cecília Peradelles, infelizmente, não foi salva no Instagram devido a um bug. Entretanto, para isso há jornalistas aqui e o registro em texto foi devidamente feito.

Que tal começar a cuidar dos seus cabelos crespos, cacheados ou ondulados? Escolha seus favoritos aqui no e-commerce de beleza do Presttention.

Presttention!